Opinião sobre a saúde no DF

20160124223247401740uA capa do Correio Braziliense de ontem me chamou muita atenção. Mesmo com salário de R$ 13 mil e a estabilidade, médicos estão recusando tomar pose. Motivos? Falta de estrutura, medicamentos, instrumentos e etc, ou seja, falta o básico para que o serviço seja executado.

Contudo, este problema não começou na gestão do governador Rollemberg ou do ex-governador Agnelo. A precariedade na área da saúde vem sendo empurrada com a barriga a cada 4 anos. Entre governo e sai governo e a situação é mesma, uma calamidade total. Não é difícil encontrar casos de desrespeito com a saúde.

Em outras áreas como segurança e transporte a situação é a mesma, caótica.

Anúncios